Ser Modelo

O que é “Ser modelo”

Modelo é uma profissão em plena expansão. Isso graças ao grande aumento no número de sites que usam fotografias e vídeos. Além disso, o surgimento de novas revistas segmentadas, destinadas a públicos específicos, e a massificação da moda com desfiles em forma de espetáculos multimídia, oferecem grandes oportunidades para um novo rosto, um belo olhar ou uma beleza exótica.

E é nessa oportunidade que pode estar sua nova profissão.

O que é preciso para “Ser modelo”

Até algumas décadas atrás, para ser modelo era necessário seguir critérios de altura e medidas muito rigorosos, pois as grifes da moda confeccionavam as roupas com tamanhos específicos no quais os modelos tinham que se encaixar.

Atualmente, a diversidade cultural - que provocou uma grande variação nos estilos de se vestir, a popularização dos tamanhos GG e XG, e o fácil acesso aos meios de comunicação digitais e a internet, estas regras mudaram. Com isso, cada vez mais se faz necessário diversificar os valores de beleza para diferentes públicos, sejam os mais esbeltos e descolados, de silhueta magra, até os modelos mais gordinhos, musculosos, com aspecto inocente, infantis ou com características marcantes no estilo de cabelo, vestuário, caracteres étnicos e aspectos visuais únicos.

Enquanto para a publicidade ainda predominam os modelos estereotipados de beleza clássica e funções sociais que atendem a padrões, tais como o médico, dentista, engenheiro, empresário, secretária, dona de casa, comilão, cientista, etc., a moda procura diversificar, em busca de tipos étnicos marcantes e caraterísticas físicas únicas.

Como se sair bem numa seleção

  • Use pouca maquiagem. Pó facial, corretivo, rímel transparente e gloss já são suficientes.
  • Os cabelos sempre tem que estar limpos e bem tratados para causar boa impressão.
  • Use roupas justas que marcam o corpo sem ser vulgares, de cor única.
  • Deixe o salto em casa. O que conta é sua altura exata e não os centímetros que você ganha com sapatos altos.

Orientações úteis para o cotidiano

  • Durma no mínimo oito horas por dia. Sua pele agradece e as olheiras dizem adeus
  • Proteja-se do sol. O bronzeado em excesso pode comprometer qualquer trabalho e as marcas de biquíni podem estragar a produção.
  • Beba sempre muita água para manter a pele hidratada.
  • Seja sempre pontual nos testes e, principalmente, nos trabalhos.

Como adequar carreira e estudos

Garotas e garotos com menos de 15 anos acabam ganhando muito mais que seus pais. Estão sempre nas capas de revistas, editoriais de moda e propagandas da TV. Com todo esse trabalho, será que dá para levar a escola numa boa? É claro que com o excesso de testes, trabalhos e viagens, perder aulas muitas vezes é inevitável. Mas com um pouco de esforço dá para correr atrás do prejuízo.

Outro conselho fundamental dado pela agência é sobre a importância de aprender línguas. O inglês ajuda (e muito) na profissão e conta pontos a mais na hora de conseguir um trabalho fora do Brasil.

Profissão e relacionamento afetivo

Sabe aquela história de que para namorar um médico só sendo médica? Pois bem, com modelo esse papo não é diferente. Com horários, viagens e uma rotina longe do convencional é difícil para quem está fora deste "mundo fashion" entender.

Numa profissão onde ser bonito é um dever, outra dificuldade básica é conviver com o ciúme. Por isso mesmo, com algumas exceções, modelos acabam namorando modelos.